Comitiva da CNBB celebra a Eucaristia em Tiradentes

A Paróquia de Santo Antônio, de Tiradentes, acolheu, no último dia 04 de dezembro, sábado, a comitiva da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) que veio, em sinal de amizade a Dom Dirceu de Oliveira Medeiros, à Diocese de São João del-Rei. Após participarem da solene Ordenação Episcopal de Dom Dirceu, foram conhecer a histórica cidade de Tiradentes e celebrar a Eucaristia na Matriz de Santo Antônio.

 

A celebração foi presidida por Dom Joel Portella Amado, Bispo auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro e Secretário-Geral da CNBB, e teve como concelebrantes: Padre Patriky Samuel Batista, que ocupa de forma interina o cargo de Subsecretário Geral Adjunto, anteriormente de Dom Dirceu; Padre Crispim Guimarães, da Comissão Vida e Família; Padre Jânison de Sá, Assessor da Comissão Bíblico-Catequética; Padre Júlio Resende, assessor da Comissão para a Cultura e Educação; Padre Marcos Barbosa, da Comissão de Ecumenismo e Diálogo Interreligioso e Subsecretário Adjunto de Pastoral; e Padre Álisson André Sacramento, Pároco de Tiradentes, que acolheu e saudou a todos. Também participaram o Diácono Luís Carlos, da Arquidiocese de Brasília; a leiga Mariana Venâncio, assessora externa da Comissão Bíblico-Catequética e a religiosa Ir. Sandra Regina Amado, da Comissão para a Ação Missionária da CNBB.
Na homilia, Dom Joel procurou refletir sobre o sentido do Tempo do Advento, que é dividido em dois momentos: o primeiro nos faz olhar para frente, o Senhor que vem, o segundo, o Senhor que veio. Ainda existe o terceiro momento, disse D. Joel, “contemplar o Senhor que vem a cada dia”. Depois, citando a temática do Segundo Domingo do Advento, sobre o preparar os caminhos do Senhor, fez uma comparação com os vários quebra-molas que encontramos nas ruas. É uma situação ruim, disse ele, mas se são retirados os quebra-molas, a estrada fica plana e o passar por ela é mais tranquilo. Disse que o preparar os caminhos do Senhor é procurar colocar em prática a solidariedade, a sensibilidade, ser humilde, pequeno, olhar a pobreza, os necessitados, com o olhar do Messias. Ao final, convidou a fazer propósitos, neste Advento, de forma a preparar os caminhos do Senhor, na atitude de uma espera responsável.
Colaboração: Seminarista Ronan Jesus
Fotos: César Reis

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui