Bispo emite carta em solidariedade aos professores da rede pública

 

Na manhã desta segunda-feira, 04, o bispo diocesano de São João del-Rei, Dom José Eudes Campos do Nascimento, manifestou sua solidariedade aos professores da rede pública de ensino de Minas Gerais. Os profissionais estão em greve desde o início do mês de março, em todo o estado, reivindicando o pagamento do piso salarial da categoria.

A mensagem do bispo ecoa os 25 municípios mineiros que fazem parte do território abrangido pela Igreja Particular de São João del-Rei, e reforça o compromisso do cristão com a temática da Campanha da Fraternidade deste ano que é “Fraternidade e Educação” e o lema “Fala com sabedoria, ensina com amor” (Pr 31,26).

LEIA A CARTA NA ÍNTEGRA

Queridos Professores da Rede Estadual de Ensino!

“Fala com sabedoria, ensina com amor”! (Pv. 31, 26)

Graça e Paz!

A Igreja no Brasil volta seu olhar, neste tempo quaresmal, para realidade da educação. A Campanha da Fraternidade nos propõe o tema: Fraternidade e Educação.

Sabemos que uma educação humanista, integral, de qualidade e com acesso garantido a todos é o caminho para o desenvolvimento integral de uma sociedade. A Igreja sempre deu sua contribuição nessa área. Estamos conscientes também que, sem a devida valorização de nossos mestres, não alcançaremos tal sonho.

Recentemente a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou uma carta às famílias, educadores e gestores em educação. Nela a Igreja reconhece o importante papel dos educadores: “Obrigado, educadores e educadoras das redes públicas municipal, estadual e federal e da rede privada, confessional e comunitária, espalhados por todos os rincões do país. Vocês levam conhecimento, novos horizontes e cidadania ao incontável número de estudantes abrindo-lhes novas oportunidades de sonharem seus projetos de vida. Reconhecemos o valor de sua profissão de educadores que consagraram e consagram sua vida à missão de educar, enfrentando com compromisso ético-profissional os desafios próprios das estruturas e condições de trabalho assim como do próprio sistema educacional. Nossa gratidão também aos gestores públicos que se esforçam por cumprir a implementação do direito constitucional do ensino universal e gratuito para o povo brasileiro.” (confira: CF 2022: Presidência da CNBB apresenta “Carta do Episcopado Brasileiro às famílias, Educadores e Gestores” – CNBB)

Estamos acompanhando o pleito dos professores da rede estadual do estado de Minas Gerais e sensibilizados com a luta dos senhores e senhoras. Sendo assim, sirvo-me desta carta para manifestar meu apoio à luta e ao pleito de vocês, ao mesmo tempo em que faço um apelo ao Senhor Governador que não vete o pagamento do piso salarial desta classe tão importante para a vida da sociedade.

Rogo ao bom Deus que dê sabedoria àqueles que nos dirigem a fim de que tomem decisões justa que, em última análise, promoverão o progresso da sociedade.

Em Cristo, Mestre e Educador que fala com sabedoria e ensina com amor!

 

Dom José Eudes Campos do Nascimento

Bispo Diocesano de São João del-Rei

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui