Seminaristas serão instituídos para o Ministério do Acolitado nesta quarta-feira, 04

Na próxima quarta-feira, dia 04, os seminarista Ronan da Costa e Daniel Josino serão instituídos ao Ministério do Acolitado. Se trata do ministério dado pela Igreja aos seminaristas ou leigos para auxiliarem o sacerdote no altar e na distribuição do Pão. O Ministério de Acólito, no contexto da formação sacerdotal, é um importante passo junto com o Ministério de Leitor. Eles apontam para a proximidade da conclusão do período de formação e introduzem o seminarista já no contexto da celebração de uma forma mais ativa e próxima.

Uma vez tornado acólito, ele passa a ser ministro de eucaristia extraordinário de modo mais permanente na diocese. Com o Acolitado, o seminarista é permitido auxiliar na preparação do altar durante a Celebração Eucarística, na distribuição da Sagrada Comunhão e também na purificação dos vasos sagrados após a comunhão.

Segundo o reitor do Seminário São Tiago, padre Javé Domingos, este novo passo aponta para os graus futuros do Sacramento da Ordem: o Diaconato e o Presbiterado e os inserem diretamente na missão e no serviço da Igreja. OUÇA:

Para Ronan, esses ministérios têm importância prática, conferindo funções litúrgicas aos seminaristas e incentivando-os a aprofundarem-se em sua vocação, e também importância simbólica para a sua caminhada e configuração a Cristo. “No caso do mistério do acolitado, no qual serei instituído, ele me aproxima do altar do Senhor, chamando-me a servi-lo com amor, zelo e seriedade, e me pede para que eu intensifique minha vida sacramental, tendo uma espiritualidade eucarística ainda mais intensa. Se dedicar à adoração, ao serviço do altar, aos enfermos, à comunhão eclesial e ao aprofundamento litúrgico são características importantes para o acólito que se prepara para em breve ser ordenado diácono e presbítero”, explica.

Sobre a expectativa, Daniel é claro. “Aguardo com o coração em prece e cheio de alegria este momento em que darei mais um passo em direção ao sacerdócio. Esse passo é muito importante, pois nos ajuda a confirmar nossa adesão ao chamado do Senhor e dizer sim ao serviço da Igreja. Por isso, é também um momento de gratidão”.

A celebração vai acontecer no dia de São João Maria Vianney, protetor e exemplo de santidade para todos os padres. A missa vai ser presida pelo bispo diocesano, Dom José Eudes Nascimento, e transmitida ao vivo direto da Catedral Basílica Nossa Senhora do Pilar. “Peço que continuem rezando por mim e pelo seminarista Daniel para que nós possamos nos preparar bem para esse momento, para a vivência desse ministério com dedicação, amor e seriedade, e para que tenhamos uma boa preparação final para futura ordenação diaconal e presbiteral, se for essa a vontade de Deus”, pontua Ronan.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui